Mês 10 de 2020.

Data: 16-OUT-2020   |     325

Menos de 2 meses e terminamos o ano.
Já parou pra pensar que 2020 foi surreal e praticamente acabou?

Com certeza você já se pegou perguntando:
“Onde estão os abraços?”
“O que fiz de bom nesse ano?”
“Cadê as reuniões com os amigos?”
“As corridas de rua, onde foram parar?” “Nem sei mais o que é acordar cedo para participar de uma prova, juntar aquele monte de corredores e comemorar mais uma vitória!”

O isolamento social nos trouxe muitas lições e mostrou que até mesmo as coisas mais simples, como dar uma volta no parque, sair com os amigos ou abraçar um ente querido, podem nos fazer repensar sobre os reais valores da vida.

Quando vai chegando o final do ano, a gente começa a refletir, como naquela música da Simone: “Então é Natal e o que você fez?”. E eu te pergunto: Então chegou uma pandemia e o que você fez?
Sem sombra de dúvidas, pelo menos UMA coisa você aprendeu nesse ano de 2020. Se não aprendeu, ainda tem quase 2 meses para registrar no seu diário emocional algo que te fará lembrar de 2020 de uma forma peculiar.

Vou te ajudar enumerando algumas pequenas lições:

Aprendemos a ser mais solidários. Desde tratar o outro com gentileza até cantar na varanda o famoso “parabéns pra você” no aniversário do seu vizinho, cena jamais vista e imaginável no dia a dia. Isso foi incrível, fala a verdade!

Aprendemos também a “valorizar o momento”. Esse período de isolamento, sem dúvida, proporcionou estarmos mais ao lado das pessoas que amamos, em especial nossa família. Uma simples brincadeira de “STOP” na sala, as cabanas de lençol espalhadas pelos cômodos ou até mesmo pedir a “bença” para os pais ao ir se deitar se tornaram de grande valor.
Talvez não pudéssemos estar presentes de forma física com nossos queridos avós, mas a presença virtual por meio de videochamada e aplicativos cumpriu o seu papel funcional. Agora, estamos fazendo de cada minuto, um momento valioso.

E por último, e não menos importante, a atenção que passamos a dar e levaremos agora em diante é o cuidado com a nossa saúde física e mental. Com a pandemia pensamos melhor na nossa alimentação, na prática de exercícios e nos hábitos de higiene básica.

Só Deus sabe o quanto precisávamos de uma condição tão adversa e cruel como essa para que pudéssemos nos sensibilizar, refletir e mudar.

"

Escrito por Marília Gabriela Massetto

Marília Gabriela Massetto, "CorreGabs" 38 anos, esposa do Fábio.
11 maratonas e algumas centenas de medalhas (nunca contei!).
Tenho um canal recente no YouTube em que falo de corrida, energias, mindfulness e mais umas coisas loucas, tudo numa coisa só!
Porque tá tudo conectado!...


        



conhecer Marília Gabriela Massetto

Gostou da matéria?
Cadastre-se em nossa newsletter

Corredor de verdade não quer guerra com ninguém!

Corredor de verdade não quer guerra com ninguém!

Sempre digo que a corrida para mim é uma meditação em movimento, isso já virou um lema! E é realmente essa paz de espírito q...

continuar lendo

Cloud X ON Running - Lançamento na Keep Running Brasil!

Cloud X ON Running - Lançamento na Keep Running Brasil!

A ON Running é uma fabricante Suíça que se especializou em produtos PREMIUM e o CLOUD X é para quem não se define por uma só...

continuar lendo

Fadiga Pandêmica! Ouviu falar?!

Fadiga Pandêmica! Ouviu falar?!

Este é o assunto do momento!
Restrições pandêmicas impuseram dificuldades e inconveniências na vida cotidiana, e todos...

continuar lendo

Natação e ciclismo podem complementar o treino de corrida?

Natação e ciclismo podem complementar o treino de corrida?

Corredores estão sempre buscando alternativas para melhorar suas passadas. Incluir outros esportes na rotina de treinos é uma bo...

continuar lendo

Então 2020 acabou e o que você fez?

Então 2020 acabou e o que você fez?

Quando vai chegando o final do ano, a gente começa a refletir, como naquela música da Simone: “Então é Natal e o que você f...

continuar lendo