Importância da musculatura do quadril na corrida

Data: 09-JAN-2020   |     595

A musculatura do quadril é extremamente importante durante a corrida, falando especificamente dos extensores de quadril o Glúteo Máximo (GM) e ísquiotibiais e dos abdutores e rotadores laterais Glúteo Médio e Mínimo desempenham um papel muito importante para incrementar a velocidade da corrida.

A ação do GM se da principalmente em 2 momentos: no terço final da fase de apoio (perna em contato com o solo) onde a contração concêntrica do GM aumenta a força de tração/propulsão do membro inferior, contribuindo assim para a aceleração do corpo; e depois durante os 2/3 finais da fase de balanço (perna no ar, sem contato com o solo) onde juntamente com os isquiotibiais tem a finalidade de estabilizar a pelve e desacelerar o membro inferior para um contato mais suave com o solo, isto ocorre devido a uma ação excêntrica (contração muscular em alongamento, inserção muscular se afasta da origem) destes dois músculos formando um par de força importantíssimo durante a corrida.

O Glúteo Mínimo e Médio não ficam para traz e desempenham uma função importantíssima, eles controlam as forças que tendem a jogar os joelhos para dentro durante a fase de apoio.

Estudo realizado na Universidade Stanford encontrou um aumento da atividade eletromiográfica (exame padrão ouro realizado para determinar a intensidade da atividade muscular) dos adutores de quadril e conseguiram correlacionar isto com um déficit de ativação muscular dos rotadores laterais e abdutores de quadril o que gera uma sobrecarga muito grande em toda região lateral da coxa e joelhos, fazendo com que muita energia elástica seja dissipada sem necessidade, diminuído a eficiência durante a corrida.

A nova abordagem terapêutica tem um caráter preventivo, onde se avalia a ação muscular dos Glúteo independentemente do corredor apresentar sintomas ou não. Atualmente o enfoque muscular passou a olhar com muito carinho para a musculatura do quadril em especial dos Glúteos pois quando trabalhado de forma correta, melhora a eficiência da corrida e de quebra ainda previne patologias do joelho.

"

Escrito por LUIZ HENRIQUE ALMEIDA

PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA
ATLETA FEDERADO PELA CBAT
ULTRAMARATONISTA
PROPRIETÁRIO DA L.A ASSESSORIA DE CORRIDA DE RUA E TRAILRUN
IDEALIZADOR DO CANAL VIDA CORRIDA
YOUTUBE...


  



conhecer LUIZ HENRIQUE ALMEIDA

Gostou da matéria?
Cadastre-se em nossa newsletter

Como assim, “corrida virtual”? Como funciona?

Como assim, “corrida virtual”? Como funciona?

O mundo mudou! E como ficam as corridas de rua? Você já está morrendo de saudade de uma medalha, assim como eu estava? E se ...

continuar lendo

Você sabia dessa?

Você sabia dessa?

Os primeiros burpees foram realizados nos EUA, no fim dos anos 30 por Royal Huddleston Burpee, um médico fisiologista de Nova Yor...

continuar lendo

O que muda no mundo da corrida pós pandemia?

O que muda no mundo da corrida pós pandemia?

Nós já sabemos que muita coisa irá mudar pós pandemia (sim, acreditamos que isso vai passar, e esperamos que logo) , mas a ...

continuar lendo

Atividade física durante a pandemia de coronavírus

Atividade física durante a pandemia de coronavírus

Rápida e incontrolável disseminação do novo Coronavírus (SARS-CoV-2) pelo mundo aliada à sua gravidade fez com que a Organi...

continuar lendo

Fala Galera! Vocês já estão por dentro da 1ª Edição da Corrida Virtual Sub4.Run?!

Fala Galera! Vocês já estão por dentro da 1ª Edição da Corrida Virtual Sub4.Run?!

Sub4 Turismo Esportivo quer te manter ativo hoje e viajando sempre, para isso criou a 1º Corrida Virtual Sub4.Run o...

continuar lendo