Importância da musculatura do quadril na corrida

Data: 09-JAN-2020   |     566

A musculatura do quadril é extremamente importante durante a corrida, falando especificamente dos extensores de quadril o Glúteo Máximo (GM) e ísquiotibiais e dos abdutores e rotadores laterais Glúteo Médio e Mínimo desempenham um papel muito importante para incrementar a velocidade da corrida.

A ação do GM se da principalmente em 2 momentos: no terço final da fase de apoio (perna em contato com o solo) onde a contração concêntrica do GM aumenta a força de tração/propulsão do membro inferior, contribuindo assim para a aceleração do corpo; e depois durante os 2/3 finais da fase de balanço (perna no ar, sem contato com o solo) onde juntamente com os isquiotibiais tem a finalidade de estabilizar a pelve e desacelerar o membro inferior para um contato mais suave com o solo, isto ocorre devido a uma ação excêntrica (contração muscular em alongamento, inserção muscular se afasta da origem) destes dois músculos formando um par de força importantíssimo durante a corrida.

O Glúteo Mínimo e Médio não ficam para traz e desempenham uma função importantíssima, eles controlam as forças que tendem a jogar os joelhos para dentro durante a fase de apoio.

Estudo realizado na Universidade Stanford encontrou um aumento da atividade eletromiográfica (exame padrão ouro realizado para determinar a intensidade da atividade muscular) dos adutores de quadril e conseguiram correlacionar isto com um déficit de ativação muscular dos rotadores laterais e abdutores de quadril o que gera uma sobrecarga muito grande em toda região lateral da coxa e joelhos, fazendo com que muita energia elástica seja dissipada sem necessidade, diminuído a eficiência durante a corrida.

A nova abordagem terapêutica tem um caráter preventivo, onde se avalia a ação muscular dos Glúteo independentemente do corredor apresentar sintomas ou não. Atualmente o enfoque muscular passou a olhar com muito carinho para a musculatura do quadril em especial dos Glúteos pois quando trabalhado de forma correta, melhora a eficiência da corrida e de quebra ainda previne patologias do joelho.

"

Escrito por LUIZ HENRIQUE ALMEIDA

PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA
ATLETA FEDERADO PELA CBAT
ULTRAMARATONISTA
PROPRIETÁRIO DA L.A ASSESSORIA DE CORRIDA DE RUA E TRAILRUN
IDEALIZADOR DO CANAL VIDA CORRIDA
YOUTUBE...


  



conhecer LUIZ HENRIQUE ALMEIDA

Gostou da matéria?
Cadastre-se em nossa newsletter

Mindfulness - mas que raio é isso?

Mindfulness - mas que raio é isso?

A nova onda da corrida é o Mindfulness. Mindfulness na verdade é a capacidade de alta atenção a algo que está fazendo, se des...

continuar lendo

Estiramento muscular

Estiramento muscular

Fala meus queridos... Cá estamos novamente para debatermos e entendermos um pouco mais sobre essa lesão que causa aflição em d...

continuar lendo

Nunca é tarde para começar a correr

Nunca é tarde para começar a correr

Oi!

Essa é a Izilda, minha mãe!

Ela tem 67 anos e realizou o sonho de correr a São Silvestre e eu só ten...

continuar lendo

Correr Na Esteira x Correr Na Rua <br>
Eis A Questão...

Correr Na Esteira x Correr Na Rua
Eis A Questão...

Vou tentar resumir. Ambos apresentam vantagens, mas os estudos concluem uma prevalência maior em Correr Outdoor. Algumas informa...

continuar lendo

5 DICAS QUE PODEM AJUDAR NO LONGÃO.

5 DICAS QUE PODEM AJUDAR NO LONGÃO.

Confira aqui dicas que podem te ajudar nos treinos, você vai achar a última loucura......

continuar lendo