Quando eu percebi que os 5, 10 e 21 km não eram mais suficientes para mim.

Data: 18-JUN-2019   |     181

E ai moçada, tudo bem?
Muita gente se questiona após completar seus primeiros 5 km, seja em corrida ou em treino: Estou pronto para subir o “sarrafo” e aumentar a quilometragem das minhas provas e treinos? Mas esta não é a pergunta principal. Você deve se perguntar: Por quê você quer correr 10, 21, 42 ou mais quilômetros?

Infelizmente muitas pessoas não têm resposta para essa pergunta e acaba atropelando algo que poderia se tornar prazeroso e no final acaba se tornando frustrante. Confesso que eu pulei de uma meia maratona para uma ultramaratona porquê eu queria testar meus limites. Comigo deu certo, me apaixonei pelas ultramaratonas e percebi que nem mesmo os temidos 42 km de uma maratona não eram mais suficientes para mim. Mas poderia ter dado errado também. Para muitas pessoas esse atropelo pode significar uma lesão ou até mesmo uma desilusão esportiva. Ás vezes a sociedade, principalmente as redes sociais, te forçam a correr mais quilômetros ou a correr mais rápido. Te “estimulam” a provar algo que você não tem a mínima obrigação de fazer, sendo você apenas um corredor amador. Conheço pessoas que correm só 10 km e são felizes e satisfeitas.
Ainda sou um novato na corrida, apesar de ter muitos e muitos quilômetros pela frente, mas às vezes me pego pensando na essência desse esporte tão popular e acessível.. Essa mesmo essência pode variar de pessoas para pessoas. Resultados, índices, tempos, diminuir a barriga, melhorar o condicionamento físico, combater a depressão, etc, mas o mais importante é você estar bem com o que faz, seja poucos ou muitos quilômetros.

E seguimos nos treinamentos para os 235 km da Ultra dos Anjos Internacional - UAI e com a arrecadação de cestas básicas para a Abrace.

Você que é de fora do Distrito Federal e quer ajudar na arrecadação das cestas básicas para o projeto EU CORRO! VOCÊ AJUDA!, veja como é fácil. Entre neste site:

http://nutricestabasica.com.br/ compre sua cesta e peça para entregar diretamente na Abrace. Peço apenas que indique que a doação é para o projeto.

E por hoje é só pessoal e lembrem-se: o importante é se movimentar.

"

Escrito por Felipe Teixeira

Me chamo Felipe Teixeira, sou servidor público, ultramaratonista e apaixonado por esporte. Idealizador do projeto EU CORRO! VOCÊ AJUDA! que em 2 anos já arrecadou mais de 20 mil reais para ajudar a Abrace - Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias. ...


     



conhecer Felipe Teixeira

Gostou da matéria?
Cadastre-se em nossa newsletter

META ATINGIDA! Relato sobre a prova e projeto

META ATINGIDA! Relato sobre a prova e projeto "Eu corro! Você ajuda!"


Como dizem por aí: Senta que lá vem textão!

Quando decidi que a terceira edição do projeto EU CORRO! VOCÊ...

continuar lendo

Mente inabalável, corpo imparável: Como treinar a mente pode lhe ajudar a correr melhor no dia da prova

Mente inabalável, corpo imparável: Como treinar a mente pode lhe ajudar a correr melhor no dia da prova

Falaa, guerreiros e guerreiras! Tudo bem com vocês?!
Gratidão por estarem aqui!

Hoje vamos falar de algo que afe...

continuar lendo

O terror dos Corredores

O terror dos Corredores

Fala Meus queridos tudo bem com vocês?

Cá estou eu mais uma vez para falar de um assunto que pode te ajudar e muito ...

continuar lendo

03 Dicas para escolher sua mochila de hidratação

03 Dicas para escolher sua mochila de hidratação

Frequentemente, vejo corredores receosos e até mesmo resistentes em correr com mochila de hidratação. As dificuldades citadas s...

continuar lendo

 Do Abismo ao Pico: a inigualável beleza das das ultramaratonas

Do Abismo ao Pico: a inigualável beleza das das ultramaratonas

58km já haviam passado.

Estava cansado, com dores generalizadas e, incrivelmente, só.
...

continuar lendo

-->